Pin It

Videoclipe. O portal do sucesso é por aqui. Você sabe porque?

Videoclipe.

Quantas vezes você já se pegou assistindo e curtindo um vídeo musical? Você lembra quando e qual foi o primeiro vídeo musical, que você viu?
Se você lembra, tenha certeza que não ficarei surpreso. Realmente ele marca a nossa vida e a nossa história. E a memória sempre estará fresca, para isso.
Por que eu falo ver e não ouvir?
Porque ouvir, nesse caso, faz você gostar da qualidade musical, da melodia. Agora, assistindo um curto vídeo daquele cantor ou banda musical em ação, sem sombra de dúvidas é bem melhor.

E essa vantagem, além de ser monstruosamente incomparável, levou muitos cantores e bandas a optarem por esse meio de entretenimento. O videoclipe.

Resultado de imagem para videoclipe

videoclipe

O videoclipe (BR), Music Vídeo (USA) ou teledisco (POR), nada mais é do que um filme curto em suportes eletrônicos. Seja ele analógico ou digital.

Ele divulga da melhor forma possível, oriundo de uma boa produção, aquele artista. Assim também pode-se dizer. Pois um trailer, uma vinheta ou uma introdução, tem suas forças distintas de divulgar. Mas o videoclipe é característico de uma divulgação de sucesso, contendo todos os que citei anteriormente. E no mundo da música, por exemplo, ele é muito importante.

Ao longo da sua história, a música atingia apenas a audição. Pois era muito difícil imaginar a emoção do artista. Somente apresentações musicais, o que era muito difícil também. Tipo ópera, sabe? Com um tempo a modernidade evoluiu e assim tivemos os shows musicais. Porém! Era difícil e caro.

Um impulso importante para o videoclipe foi o cinema, devido ao casamento do áudio e vídeo (som e imagem), expressado na linguagem técnica como cinema falado. Isso foi apenas o primeiro passo. Vasculhando o baú da sua história, as obras-primas “O Homem com a Câmera” e “Berlim: Sinfonia da Metrópole”, na vanguarda do cinema a partir de  1920, onde traz os cineastras  Dziga Vertov, Gertrudet Leonarda Mescroc e Walther Ruttmann, elas guardam muitas semelhanças com a estética do videoclipe atual.

Atualmente, os estudiosos do “videoclipe musical”, já identificam como o começo desse tipo de vídeo na década de 1950, como as cenas de Gene Kelly em Cantando na Chuva de 1952 e Elvis Presley em Jailhouse Rock de 1957.

O videoclipe ganhou força na década de Sessenta. A comunicação entre cineastas, pintores e musicos, ficou intensa no propósito de divulgar o videoclipe. Mas essa cartada, foi dos Beatles. Os meninos de Liverpool, não podiam ir a todos os lugares para fazer uma apresentação ao vivo. A inteligente forma foi gravar cantando e divulgar o videoclipe. Nessas tentativas, passaram a serem exibidos na televisão. Daí foi só sucesso. O mundo conheceu o fenômeno Beatles.

Mais tarde, os vídeos da banda começaram a já tomar forma similar aos de hoje.

Veja isso:



Entendendo melhor, junta a música, a imagem e a letra, manipulando, interagindo, da forma correta para provocar a produção de sentido, o seu videoclipe será produtivo. A montagem, a iconografia e o grafismo, são peças fundamentais.

O diretor Richard Lester o que “podemos” considerar o pai do videoclipe, pelo tratamento cinematográfico que preparou como pano de fundo para as canções presentes nos filmes A Hard Days Night (1964) e Help! (1965). Mas isso nos anos 70, era uma forma muito isolada. Pois eram repetidas experiência.

E voltando a sua estética, o videoclipe influenciou outras manifestações audiovisuais, como a produção de TV, Cinema e vídeo-arte. Vários diretores de videoclipes tornaram-se diretores de cinema e TV. Um dos primeiros foi o inglês Derek Jarman, que fez clipes para os Pet Shop Boys, os Smiths e Marianne Faithfull, entre outros, realizou filmes inovadores na década de 1980.

E de lá para cá, o videoclipe vem evoluindo cada vez mais. O conteúdo de comunicação, que mais adota como companheiro de divulgação é a internet, onde qualquer pessoa pode fazer um videoclipe e publicar. Pois temos vários artistas, com seus trabalhos oriundos da internet.

Gostou do post sobre o videoclipe? Então vamos ver esse:



Pois bem. Esse é um pouquinho do que o videoclipe fez e vem fazendo em nossas vidas. Espero que você tenha gostado desse humilde post. Curta, compartilhe, comente trazendo mais informações. É muito importante para o blog. Valeu!?

Segue a continuação do primeiro vídeo acima. Assista! Você vai gostar.
Parte 2 – continuação
Parte 3 – finalizando

Um grande abraço. Sempre!

Gostou!? Então recomendo esses. Veja:

The following two tabs change content below.
Oriundo de Salvador-Ba. Amante da arte, tecnologia e design. Autor do Blog 3Dmalz.com e do canal 3dmalz no Youtube, onde compartilha e aprende muito com os visitantes, amigos e seguidores. "Nada é impossível desde quando você tente mudar e persevere". Essa é a sua humilde frase que usa de inspiração para atingir seus objetivos.

7 thoughts on “Videoclipe. O portal do sucesso é por aqui. Você sabe porque?”

  1. ledahonts.blog.fc2.com says:

    Fantastic goods from you, man. I’ve have in mind your stuff prior to and you’re simply too
    fantastic. I really like what you have acquired here, really like
    what you are saying and the way by which
    you say it. You make it entertaining and you still take care of to stay it smart.

    I cant wait to read far more from you. This is really a tremendous site.

    1. Marcos Ferrão says:

      Hello Leda!
      Thank you very much for reading and commenting on the post. I hope you always return to the blog to see more content. A big hug. Ever!

  2. Marcos Ferrão says:

    Muito obrigado a Julio Cesar Alves da Silva, Maria Tereza Penna e Manuela Alcantara, por terem curtido o post. Um grande abraço. Sempre!

  3. Marcos Ferrão says:

    Olá Bete Domingos! Muito obrigado por ter curtido o post. O blog 3dmalz agradece. Um grande abraço. Sempre!

  4. Marcos Ferrão says:

    Muito obrigado a Carlos Alberto da Silva, Estrela Q Brilha e Nicea Cremasco, por terem curtido o post. Um grande abraço. Sempre!

  5. Marcos Ferrão says:

    Muito obrigado Edna Toffoli, por ter curtido o post. Um grande abraço, amiga. Sempre!

  6. Marcos Ferrão says:

    Muito obrigado Dodola Simoes, por ter curtido o post. O blog 3Dmalz agradece. Um grande abraço. Sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mude o Idioma »