Pin It

Stop Motion. Uma animação genial e complexa. Entenda!

Stop Motion

 Está aí, uma das técnicas de animações que tenho um exagerado respeito. Pelo fato de ser precisa e complexa, onde requer do profissional, um profundo conhecimento e acima de tudo paciência. Muita paciência mesmo.

Sendo ainda uma técnica de animação muito usada, o stop motion, é aplicado com recursos de uma máquina fotográfica, ou de um computador. O que também, não quer dizer, que você não possa filmar. 

stop motion

Stop Motion

Em outros conceitos, podemos também entender, que é uma animação frame a frame (quadro a quadro), onde todos os cenários e personagens são simulados. Feitos com desenhos ou utiliza-se modelos reais, num variado leque de materiais, que vão de massas de moldar, madeira, até o mais utilizado, a plasticina. Com esses materiais, ainda também são utilizados alguns mecanismos de articulações, no que posso caracterizar como avançados (juntas mecânicas de movimentos). Ou também arame. Pois, com um pouquinho de criatividade, tudo é valido para o stop motion.

Mas o ideal é que esses materiais, sejam resistentes e maleáveis, devido a utilização dos modelos numa cena, sendo modificados diversas vezes, suas posições e reações, para o registro do mesmo.

Imaginamos, que cada segundo registrado na cena, deverá ter no mínimo 24 frames (24 imagens da posição ou 24fps) e posteriormente montados em uma película cinematográfica, criando a impressão de movimento. Concluindo que eles têm que durar meses. Pois para fazer um filme em stop motion, levam anos de paciência e muita dedicação ao mesmo.

Resultado de imagem para stop motion

Comprovadamente, o stop motion nasceu com o cinema e está associado à maioria dos grandes filmes que conhecemos até hoje. Pois é no stop motion, que estão os fundamentos importantes da animação, efeitos especiais, efeitos sonoros, entre outros. E para falar do stop motion, você tem que falar de tudo isso, lembrando dos primeiros filmes do cinema, já apontando para Geroges Méliès, um dos precursores do cinema, que usava inventivos efeitos fotográficos para criar mundos fantásticos. Considerado “pai dos efeitos especiais”. O filme “Viagem a lua” de 1902, foi um dos seus grandes feitos que impulsionou toda a “trilha histórica” do cinema.


Assim, outros alavancaram a história do stop motion, como James Stuart Blackton e Segundo de Chomón, Arthur Melbourne Cooper… entre outros, que usavam “protagonistas brinquedos animados”, para o registro de seus filmes. É o caso de Émile Cohl, George Pal, Jiri Trnka e Tim Burton, que para mim, foram os principais dos mais importantes nessa categoria. Digamos assim.

Não aprofundando tanto nessas histórias, vamos apontar também para dois grandes nessa categoria de animação, que devemos entender com paciência:
Arthur Charles Farrington (Michigan, Detroit-EUA, 1921-2010), popularmente conhecido como “Art Clokey”, foi um animador pioneiro na popularização da animação stop motion com argila. Criou o personagem Gumby em 1953, junto com sua esposa. Compreendendo então, que ele foi o considerado “o pai do stop motion”, devido a caracterização do que até hoje é executado. Veja isso:



Mas analisando outra coisa legal é a relação entre o stop motion e os efeitos especiais, incluído processos de animação onde os personagens com seus mecanismos de movimentos, contracenam com atores reais. Um exemplo bem interessante, foi inesquecível filme King Kong (1933) de Willis O’Brien. Todo conceito do seu filme, destaca o gigante gorila, onde nada, nada, era um boneco ganhando vida com a técnica de stop motion. Pois naquela época, era uma novidade além do normal no mundo do cinema. O que rendeu para Willis um “Oscar” em 1949, usando a mesma técnica no filme “Mighty Joe Young” e considerado o criador dos efeitos especiais do cinema e certamente o pioneiro do stop motion. Veja:



Conclusão! Vamos considera-los, devido a época de cada um. Mas… eu ainda fico com Geroges Méliès.

O primeiro longa-metragem foi O Estranho Mundo de Jack (1993), de Henry Selick e roteiro de Tim Burton. E aqui no Brasil foi “Minhocas”, produzido por Animaking, dirigido por Paolo Conti e Arthur Nunes. Assistir e achei muito legal. Veja esse rápido documentário que eu achei interessante:


Caso queira assistir ao filme, clique aqui: Minhocas filme completo, ou também, O Estranho mundo de Jack.


Marcos! Será que eu consigo fazer um filme em stop motion?

Resultado de imagem para stop motionSim! Vai muito da sua criatividade e paciência, jovem. Pode ser feito em casa, utilizando pequenos bonecos em massa ou outro material que se adapte com mecanismo de movimento. Maleáveis e resistentes, como já disse. Eu mesmo já tentei fazer e até que saiu legal. Se você conseguir fazer três minutos de animação, já é um bom avanço.
Contudo, o stop motion é muito bem usado até hoje. Sendo em filmes, comerciais de tv, jogos, pequenos vídeos caseiros publicados na internet, enfim. A criatividade e paciência com um vasto conhecimento técnico, faz de você, uma pessoa destacada na sociedade. Eu levo isso comigo. Experimenta!

Então jovem, essa foi um breve entendimento sobre o que vem a ser o stop motion. Espero que você tenha gostado do post. Curta, compartilhe com os amigos, comente trazendo seu conhecimento para o blog. Pois é muito importante para todos. Valeu!? Um grande abraço. Sempre!

Gostou!? Então recomendo esses. Veja:

  • It’s really very complex in this full of activity life to listen news on Television, so I
    just use the web for that reason, and obtain the newest information.

Mude o Idioma »
%d blogueiros gostam disto: